Mergulhando Fundo na Solução de Conflito

Desnudando os conflitos para que entendamos suas origens.

por Augusto Amato (foto)

Caminhamos rumo à solução de conflitos a partir do momento em que entendemos nossas origens. Tentarei explicar:

 

Possuímos virtudes e defeitos, que são incorporados e reforçados de acordo com nossa formação. Fomos e somos dependentes do meio, do amor familiar, dos professores, das escolas, de como fomos educados, das mídias, das amizades, muitas vezes causas de verdadeiras catástrofes, e principalmente da formação espiritual, que se virtuosa, nos garante o sentido de vida que permeará toda a nossa existência.

É maravilhoso notar a complexidade formativa dos seres humanos. São muitas as variáveis, e com elas percebemos o quanto podemos ser diferentes um dos outros. Diversidades, muito úteis quando bem direcionadas no sentido criativo e inovador.

Em todo este caminho de construção, de dependências e simbioses, nos defendemos dos sofrimentos e amarguras impostas com poderosas e espessas máscaras e armaduras. São estruturas cerebrais que driblam os caminhos em que não daríamos conta de vivenciar naquele momento.

Acontece que essas máscaras determinam a nossa imagem, o nosso “jeito de ser”, mas dificultam extremamente nossos relacionamentos. Temos a consciência que devemos nos esforçar para sermos melhores, mas continuamos agindo erradamente.

Aí entra a luz:

Se tenho consciência de minhas máscaras e armaduras, posso trabalhar não no sentido de as reafirmar, mas ao inverso, de retirar calmamente e tranquilamente cada uma delas.

O caminho é doloroso, penoso, às vezes humilhante. Muitas pessoas não possuem o mesmo nível de percepção, é claro e evidente, mas Jesus já falava na “porta estreita”. Acabamos de conhecer sua largura, e é estreita mesmo.

A partir do momento em que percebemos que aquela pessoa que nos faz muito mal, que é difícil para nós, é a mesma que proporciona crescimento e mudança positiva de postura, o conflito passa a ser benéfico. Está possibilitando mudanças em sua vida. As suas máscaras cairão. Você perceberá a presença de Deus no seu par.

Mas e ele? Mudará?

Sem dúvida, pelo seu testemunho, as chances serão bem maiores.

Na realidade, enxergamos no outro aquilo que foi driblado um dia por nós.

Fonte: http://www.administradores.com.br/u/pedalada/artigos/

Página inicial

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s