Tire férias e incentive que a equipe também o faça !

Junto com o mês de janeiro chega o período de férias. Um momento importante para recarregar as energias para o novo ciclo, para deixar de lado o stress normal de 12 meses “pilhados” e para estar junto da família e dos amigos.

Por mais natural que pareça esse momento muitos profissionais optam por não tirar férias e continuam a vida corporativa como se nada estivesse ficando para trás. Pior que não sair de férias são os motivadores que muitas vezes justificam esse comportamento: medo de perder o emprego ou sensação de que é imprescindível para a empresa.

O receio de perder o emprego até pode ter uma parcela de racionalidade, pois atualmente todas as empresas lutam pelo ganho de produtividade, pelo ganho de escala e pela redução de custos mas não é por estar de férias que o profissional corre esse risco com mais intensidade. Isso pode acontecer estando ou não fisicamente na empresa. O que vai minimizar esse risco para o profissional é a sua produtividade, seu papel dentro da equipe, sua postura colaborativa, seu comprometimento com o todo e sua entrega para o trabalho nos outros 11 meses do ano.

Agora com relação a sensação de ser imprescindível para a empresa sinto dizer, mas todo mundo é substituível. Vou mais além e digo que qualquer gestor, por mais inexperiente que seja, sabe que nenhuma equipe pode ter alguém nessas condições. Ter um colaborador imprescindível ou insubstituível é um risco muito grande que nenhum gestor consciente deve correr. Portanto, entenda que ser insubstituível é um risco maior nos 11 meses de trabalho do que sair e descansar durante um mês. Lute para não ser insubstituível e não para não tirar férias.

Adicionalmente a esses pontos as férias exigem de qualquer pessoa o exercício de habilidades importantes para a vida corporativa. Para um período de férias bem estruturado você precisa “emprestar” para esse período de descanso suas habilidades de estudo de mercado, para escolher o local mais adequado para você e aqueles que irão com você nas férias, suas habilidades de planejamento para organizar como ir, onde ficar, qual o trajeto fazer e qual agenda. Nesse período também é fundamental sua habilidade de estruturar e gerir um orçamento, para fazer casar seu bolso com seu roteiro e sua habilidade de liderar pessoas, para organizar o dia a dia desse período de descanso de forma a viabilizar os passeios e o período de literalmente descansar e fazer nada.

Enfim, saia de férias e incentive que sua equipe também o faça.

Fábio Jorge Celeguim – vocesa.abril.com.br

Voltar…

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s