Cuidados importantes ao abrir o próprio negócio

Imagem

Luiz Fernando Garcia

Por via de regra, o negócio é sempre algo muito idealizado pelos que o fazem, sejam start-ups ou os já estabelecidos no mercado. Por isso, é preciso cautela

Abrir o próprio negócio é um passo muito importante na vida de qualquer pessoa, trata-se da concretização de um sonho. Justamente por isso, a atitude deve ser extremamente calculada e tomada com muito cuidado, pois pode ser irreversível e prejudicial a uma situação financeira estável. Estudar o mercado, ouvir conselhos de quem já está no ramo e respeitar as experiências na carreira são algumas atitudes que, certamente, contribuem para a evolução da empresa e a chegada dos lucros.

Por via de regra, o negócio é sempre algo muito idealizado pelos que o fazem, sejam start-ups ou os já estabelecidos no mercado. Essa idealização, no entanto, deve ser controlada para que o resultado não seja o oposto do imaginado e o sonho não se torne um pesadelo financeiro. Para iniciar um empreendimento, é preciso respeitar o lápis e o papel e fazer contas sobre o que será investido com equipamentos e pessoas, sem precipitações.

Além de calcular os custos, o empreendedor iniciante deve fazer uma investigação minuciosa sobre o ramo em que atuará – o ideal é que cerca de cinco empresários já estabelecidos sejam ouvidos. Avalie o que está em falta, abrir um negócio não é suprir a nossa necessidade, mas, sim, as deficiências do mercado! Outro ponto fundamental é o respeito a alguma afinidade ou habilidade adquirida durante a carreira profissional, fator que, com certeza, irá colaborar para o desenvolvimento da empresa.

Tão importante quanto todos esses fatores é a aceitação que a pessoa deve ter de sua nova posição no mercado, a de empreendedor. Há uma diferença brutal entre administrar a própria empresa e trabalhar com 13º salário e cumprimento de horário. Quem pretende empreender deve, previamente, compreender que, especialmente nos primeiros anos, terá de dedicar de 12 a 17 horas diárias à empresa e abrir mão de uma série de atividades por conta disso. Ter o próprio negócio exige muita dedicação e entrega afetiva, é uma escolha de vida que pode não ter volta. Por conta disso, todo cuidado é pouco na abertura de um empreendimento.

Luiz Fernando Garcia – Especialista em psicodinâmica aplicada aos negócios e responsável pelo desenvolvimento de mais de 50 metodologias de treinamento destinadas à capacitação de empresários e profissionais de liderança. Foi coordenador do projeto de Educação Empreendedora no ensino médio, do MEC, e um dos quatro consultores certificados pela ONU para coordenar os seminários do Empretec/Sebrae. Autor de livros como o Inconsciente na Sua Vida Profissional e Empresários no Divã, lançado neste mês pela Editora Gente.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s