Instagram diz que fotos de usuários podem ser vendidas

Imagem

Novo termo de uso do Instagram diz que fotos de usuários podem ser vendidas para publicidade

A decisão da companhia comprada pelo Facebook causou revolta nos usuários

A rede de compartilhamento de fotos Instagram fez algumas mudanças em seus Termos de Uso e revoltou os usuários da rede. Em um post em seu blog oficial, a companhia diz que a partir de 16 de janeiro as fotos tiradas por usuários podem ser usadas em anúncios no próprio Instagram e no Facebook, sem necessidade de pedir permissão aos autores. A mudança foi decidida pelo Facebook, que em setembro comprou o Instagram por US$ 1 bilhão. Os usuários descontentes com a novidade estão postando fotos fazendo gestos obscenos e segurando cartazes com os dizeres “Venda isso, Zuckerberg”, em referência ao CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

Entre os itens mais polêmicos está a declaração de que o usuário dá ao Instagram “uma permissão mundial não exclusiva, totalmente paga e livre de royalties” para que a companhia use, modifique e apague as fotografias postadas. Em outro tópico, o Instagram diz que o conteúdo pode ser usado em publicidade sem necessidade de avisar – ou pagar – o autor das imagens. “Para nos ajudar a oferecer conteúdo interessante pago, patrocinado ou promoções, você concorda que empresas ou outras entidades podem nos pagar para exibir o seu nome, imagem, fotos (juntamente com todos os metadados associados), e/ou ações que você faz em relação ao conteúdo pago, patrocinado ou promoções, sem qualquer compensação para você”. Os anúncios que usam fotos de usuários do Instagram também não precisam ser identificados como publicidade.

Com a mudança na política de privacidade, muitos usuários estão deixando a rede. A revistaWired publicou um guia que ensina como baixar suas fotos e deletar sua conta. Aplicativos como o Instaport fazem o download de todas as imagens em um único arquivo compactado. “Depois, basta deletar rapidamente a sua conta e fingir que você nunca ouviu falar do filtro Lo Fi. E procurar outra rede social para compartilhar as fotos de suas refeições e de seus pés com os amigos”, escreveu o autor, Roberto Baldwin.

The Atlantic publicou um artigo em seu site em que diz que é sempre melhor usar um aplicativo pago do que aderir às redes sociais gratuitas. “Companhias como o Instagram precisam se vender porque elas não têm um modelo de negócios sustentável. E, quando elas são vendidas, elas podem ser fechadas ou fazer parte de uma máquina de publicidade como o Facebook”, diz o artigo.

Entre as outras mudanças implementadas está a idade mínima para usar o aplicativo. A partir de janeiro, usuários precisam ter pelo menos 13 anos e os menores de 18, garantir que estão usando o serviço com permissão dos pais ou responsáveis.

E você? Está no Instagram? Pretende seguir os tutorais para baixar suas fotos e dizer adeus à rede? Fonte: Época

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s